Posição da célula dos trabalhadores comunistas da VW Autoeuropa

Publicado em .

A Célula dos Trabalhadores da VW Autoeuropa saúda todos os trabalhadores da VW Autoeuropa pela participação no referendo no passado dia 28 de Julho.

Saúda igualmente a coragem com que rejeitaram, de forma clara e inequívoca, as pretensões da administração em impôr uma alteração aos horários de trabalho estabelecidos. O resultado deste referendo reflecte o sentimento de protesto, indignação e disponibilidade para a luta em defesa dos direitos consagrados.

Depois de uma ofensiva levada a cabo pela administração ao longo de vários meses, com todos os contornos de uma vasta e orquestrada campanha de pressão sobre os trabalhadores e seus representantes, este resultado adquire assim maior significado.

O que estava em jogo neste referendo não era, ao contrário do que outros possam vir a teorizar, uma questão de compensação por um novo horário, mas sim uma alteração muito profunda na vida pessoal de cada trabalhador, na sua vertente familiar e social.

Esta rejeição reflete igualmente a exigência de uma outra solução que passe pelo respeito dos direitos e garantias dos trabalhadores.

A Célula dos Trabalhadores do PCP da VW Autoeuropa saúda igualmente a coragem dos membros da Comissão de Trabalhadores eleitos pela lista C que mantiveram sempre a sua coerência e firmeza numa posição clara e sem ambiguidade na defesa dos interesses dos trabalhadores.

O momento atual confirma mais uma vez que são sempre os trabalhadores em massa que determinam o desfecho de um processo. Os trabalhadores da VW Autoeuropa que agendaram em plenário uma jornada de luta para dia 30 de Agosto com greve anunciada, demonstram com confiança e determinação a exigência de respeito pela sua dignidade e pelo seu trabalho.

O Secretariado da célula