A alternativa constrói-se com a CDU

Publicado em .

Estão marcadas as eleições legislativas a 4 de Outubro, nas quais os trabalhadores e o povo têm a possibilidade de penalizar quem tem afundado o país e atacado os seus direitos e condições de vida.

A Célula do PCP levanta para já um conjunto de questões aos trabalhadores da Autoeuropa para reflexão.

Sobre a situação do país:

Quem conduziu o País à situação a que chegamos - declínio, retrocesso, dependência, empobrecimento.

Que política arrastou Portugal para o abismo - as mesmíssimas políticas e pela mão de sucessivos governos PS, PSD e CDS que agora querem manter e dar continuidade.

Como foi possível chegar aqui - com uma política de destruição da produção nacional e de alienação das empresas estratégicas, com a submissão à União Europeia, com o pacto de agressão subscrito por PS, PSD e CDS com a trika estrangeira.

O País tem saída e futuro.

O PCP apresentou o seu programa eleitoral - Uma Democracia Avançada - os valores de Abril no futuro, que consagra as propostas e soluções para os problemas nacionais e as quais iremos divulgar aos trabalhadores.

Para nós está claro que o país tem saída e futuro para actual situação. E não são aqueles que enfiaram o País no buraco que o podem tirar de lá. O que está em causa nas eleições de 4 de Outubroé a alternativa à alternacia e a alternativa constrói-se com a CDU.

Os trabalhadores têm nas suas mãos a opção CDU, a opção política coerente, capaz e indispensável para dar resposta aos problemas dos trabalhadores, do povo e do País.

 Veja também : Soluções - Candidatos - Balanço - Factos e argumentos - Campanha - Apoiantes