2016, ano de reivindicação

Publicado em .

Os trabalhadores da VW Autoeuropa serão este ano chamados a discutir a próxima proposta a apresentar à administração da empresa. As linhas essenciais que definirão o caderno reivindicativo para discussão deverão resultar em acordo interno a vigorar a partir de Outubro próximo. Questões essenciais deverão estar em cima da mesa e, entre elas, as de caráter salarial assumem primordial importância.

O novo modelo a ser produzido na fábrica tarda em ser anunciado. No entanto, grande parte dos investimentos já concretizados e todo o conjunto de reestruturações ao nível de equipamentos já visíveis para dotar a unidade da respectiva capacidade produtiva para responder ao novo produto, deixam antever uma boa perspectiva de futuro.

Esse futuro será tanto melhor, quanto melhor forem as condições materiais e sociais que os trabalhadores venham a usufruir e que, numa perspectiva de progresso e desenvolvimento nos mais variados aspectos, devem, impreterivelmente, caminhar no sentido da sua constante melhoria.

Garantir o futuro de uma empresa como a VW Autoeuropa passa obrigatoriamente pelo respeito e melhoria dos direitos coletivos e individuais, das garantias, condições salariais e sociais.