A Greve na Autoeuropa Foi uma grande resposta dos trabalhadores

Publicado em .

A célula do PCP previu e preveniu, fê-lo no Faísca de Abril, que o descontentamento dos trabalhadores face à posição da Administração sobre os horários de trabalho, e a sua atitude de fazer orelhas moucas aos vários sinais que foram dados, certamente iria conduzir à indignação e a uma resposta dos trabalhadores.


Essa resposta foi dada nos plenários realizados, e na greve de 30 de Agosto.

Os trabalhadores deixaram vários avisos, e o que podemos afirmar é que a Administração é a única responsável pela resposta que os trabalhadores foram forçados a dar.

A célula do PCP apela a todos os trabalhadores para manterem a sua unidade e manterem a serenidade face à falta de veracidade das notícias na comunicação social e à manipulação com o objetivo de lançar a confusão no seio dos trabalhadores.

Ninguém mais defende a empresa do que nós trabalhadores.

E para a Administração que fique claro, os trabalhadores são o futuro, porque têm braços para trabalhar e cabeça para pensar.