ABRIMOS CAMINHOS !

Do processo reivindicativo de 2005 todos nós devemos retirar ensinamentos, dado que o mesmo constituiu uma viragem e se distinguiu de todas as reivindicações até agora realizadas.

Com os olhos postos no futuro

Durante o processo reivindicativo todos nós sentimos a importância de termos representantes à mesa das negociações, firmes e determinados na defesa dos nossos interesses e direitos. Pairou em muitos de nós, que isto não aconteceu. Aliás os trabalhadores manifestaram esse sentimentos nos vários plenários realizados.