Autoeuropa: 20 anos de Trabalho e Luta

Publicado em .

Assinalaram-se os 20 anos da existência da VW Autoeuropa. Ao longo deste tempo muitos foram os momentos de grande importância para a vida da empresa e dos seus trabalhadores. 20 anos de árduo trabalho, de compromisso com os objectivos e resultados da empresa, mas também de reivindicação e luta por melhores condições de vida. Duas conclusões essenciais merecem destaque: os resultados que hoje permitem aos responsáveis da administração apresentarem com satisfação uma empresa de grande sucesso aos seus mais variados níveis, devem-se sobretudo e principalmente ao grande colectivo que durante todo este já longo caminho deu garantias de grande capacidade e competência. Colectivo que sempre respondeu aos apelos no sentido de garantir o mais alto nível de qualidade, confirmando desta forma que são os trabalhadores os grandes obreiros desta empresa. São eles a sua principal mais-valia, factor este que podemos afirmar, se encontra plenamente confirmado pelo recente anúncio, oportunamente anunciado na cerimónia de dia 13, do investimento de cerca de 200 milhões de euros na unidade de Palmela no próximo ano.
Mas, se de trabalho falamos, não esquecemos a dignidade demonstrada pelos trabalhadores durante estes anos. Não podemos esquecer os momentos difíceis que estes passaram, das posições e decisões corajosas que tomaram. Não esquecemos que, em ocasiões diversas, os trabalhadores enfrentaram ataques aos seus direitos, assim como ameaças de desemprego e lay-off, tentativas de alargamento dos seus horários de trabalho, etc. Enfrentaram-nas e decidiram e hoje podemos dizer que tomaram as decisões acertadas.
E já que o 1.º Ministro nos apresentou como modelo, é bom que saiba que em relação ao horário de trabalho nós rejeitámos aquilo que o Governo pretende aplicar aos trabalhadores portugueses.
Em suma, este grande colectivo de trabalhadores, responsável directo por este sucesso de tão grande visibilidade nacional, certamente saberá qual o caminho que pretende percorrer e certamente que continuará reivindicativo e firme na defesa dos seus interesses de classe e igualmente na defesa do futuro da VW Autoeuropa.